10 passos para uma lancheira saudável

healthy_lunchbox

1. A lancheira deve ser resistente e lavável. Faça a higienização com álcool assim que a criança chegar da escola, não dispensando a lavagem com água e sabão, no mínimo, uma vez por semana.

2 .Oriente as crianças a evitar o contato direto da lancheira com o chão e a higienizar as mãos antes do consumo dos alimentos.

3. Se a lancheira não é térmica, utilize recipientes térmicos. Os lanches, por exemplo, devem ser embrulhados em papel-filme e depois colocados em potes de plástico. Sucos e leite devem ficam em garrafas térmicas.

4. Converse com os pequenos sobre suas preferências. Reserve um momento para montar um cardápio  junto com elas. Assim, você se programa e ainda pode negociar alguns itens para estimular o apetite.

5. Cuidado com excessos de alimentos industrializados, doces e refrigerantes.

6. Procure colocar uma fonte de carboidratos (pães, biscoitos, barrinhas de cereais), uma de proteína (leite e derivados, frios) e outra de vitaminas e minerais (frutas e suco de frutas).

7. Dúvidas na hora de escolher a bebida? Pois saiba que os sucos podem ser naturais, dê preferencia a não coar, visto que as fibras estão no “bagaço” e não adicionar açúcar. Estes devem ser colocados em garrafas térmicas, protegidos da luz e consumidos o quanto antes para melhor retenção das vitaminas. A polpa congelada perde alguns nutrientes, mas ainda é uma opção melhor do que sucos artificiais, em pó ou em caixinha e aqueles processados com muito açúcar, como os néctares de fruta.

8. As frutas boas são as que podem ser cortadas em pedaços e não escurecem, como mamões e melancia. Uma salada de frutas bem colorida também pode estimular a garotada. Lembre-se de enviar um talher.

9. Uma dica para evitar que o filho se enjoe dos lanches preparados é alternar o tipo de pão. Ofereça pão de forma comum ou integral, pão sírio, bisnaga, pão de leite, torradas e bolos simples, feitos em casa.

10. Para o recheio do lanche, vale apostar em margarina, requeijão, queijo branco, geleia, peito de peru e presunto magro.Não se esqueça de que frios são muito perecíveis. Portanto, compre-os em pequenas quantidades e verifique as datas de validade após abertos.

fonte:http://blog.saude.gov.br/index.php/saudeemdia/32065-97lancheira-pode-ser-a-alternativa-para-um-lanche-saudavel-na-escola
Anúncios

Beijinho de Beterraba

BeFunky_null_3.jpg

Ingredientes:

1 unidade de beterraba pequena
1 xícara de chá de água
1/2 xícara de chá de açúcar
1 ½ xícara de chá de extrato de soja em pó
2 colheres de sopa de amido de milho
½ xícara de chá de coco ralado seco

Modo de Preparo:

Bater no liquidificador a beterraba com a água e o açúcar. Despejar em uma panela, e, acrescentar o extrato de soja em pó, o amido de milho e o coco ralado. Levar ao fogo, mexendo sempre, até começar a soltar do fundo da panela. Colocar em um prato e deixar esfriar. Fazer bolinhas com as mãos levemente molhadas e passar no coco. Depois levar à geladeira até ficarem firmes.

Fonte: https://www.facebook.com/maeterraprodutosnaturaiseorganicos

Fotor0618195551

Porque é importante o aleitamento materno exclusivo até os 6 meses.

aleitamento_materno

 

Muitas vezes vemos a introdução de alimentos em crianças menores de 6 meses como se fosse algo normal. Sempre tem alguém pra falar que não faz mal e que crianças que começam a comer outros alimentos antes dos 6 meses crescem saudáveis.

Bem, é um assunto polêmico e delicado, pois cada mãe sabe o que é melhor pro seu filho, e por isso mesmo é importante observar essas dicas e verificar se vale a pena correr alguns riscos desnecessários.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) e o Ministério da Saúde recomendam aleitamento  materno exclusivo por seis meses e complementado com outros alimentos até os dois anos ou mais.

O leite humano é muito diferente do leite adaptado (leite em pó).

O leite materno contém todas as proteínas, açúcar, gordura, vitaminas e água que o seu bebê necessita para ser saudável.
Além disso, contém determinados elementos que o leite em pó não consegue incorporar, tais como anticorpos e glóbulos brancos. É por isso que o leite materno protege o bebê de certas doenças e infecções.

Outras vantagens:

  • O leite materno é de fácil digestão.
  • Imuniza o bebê contra doenças como diarreia, resfriados, infecções urinárias e respiratórias, alergias e problemas na arcada dentária.
  • O ato de mamar auxilia o movimento dos músculos e ossos da face, promovendo melhor flexibilidade na articulação das estruturas que participam da fala.
  • O ato de mamar estimula o padrão respiratório nasal no bebê, facilitando a oxigenação de suas estruturas faciais.
  • A amamentação é uma forma muito especial e fortalecedora do relacionamento entre mãe e filho, que transmite segurança, carinho e amor ao bebê.

Não há vantagens em se iniciar os alimentos complementares antes dos seis meses, podendo, inclusive, haver prejuízos à saúde da criança, pois a introdução precoce de outros alimentos está associada a:

·Maior número de episódios de diarreia;

·Maior número de hospitalizações por doença respiratória;

·Risco de desnutrição, se os alimentos introduzidos forem nutricionalmente inferiores ao leite materno, como, por exemplo, quando os alimentos são muito diluídos;

·Menor absorção de nutrientes importantes do leite materno, como o ferro e o zinco;

·Menor duração do aleitamento materno.

O leite materno é um alimento completo para o bebê até o sexto mês, não é necessário a introdução de outros alimentos nessa fase. 

 

Fotor0618195551

Dieta não, Reeducação Alimentar!

 

O primeiro passo para uma alimentação saudável é a mudança interior, seja você mesmo a mudança que tanto precisa, não faça dieta, faça reeducação alimentar e mude sua vida.

Muitas pessoas acham que fazer dieta é a solução para conseguir o corpo dos sonhos, mas na verdade o ideal é aprender a se alimentar da maneira correta e levar esse hábito para toda a vida.

Muito cuidado com dietas milagrosas que prometem uma perda de peso rápida, pois na maioria existe uma privação de diversos alimentos o que acarreta muitas consequências para seu organismo. Além disso  proporciona o efeito sanfona, onde o indivíduo volta a engordar com a mesma velocidade com que consegue emagrecer, e isso acontece porque o organismo acaba se defendendo da falta de alimentos que ficou durante sua dieta e quando volta a comer normalmente tudo que é consumido passa a ser estocado.

efeito-sanfona-ato-de-emagrecer-e-engordar-repetidas-vezes

Para o controle do peso, não existem fórmulas mágicas nem soluções imediatas e fáceis. Para conseguir resultados satisfatórios e duradouros o mais adequado é a mudança de comportamento. Por isso é importante na Reeducação alimentar e que os exercícios físicos também sejam incorporados na sua nova rotina.

As pessoas levam uma vida toda acumulando peso e quando percebem que precisam emagrecer querem fazer isso rapidamente, mas não é assim ,não existe um milagre, o organismo precisa de tempo para se adaptar , e com isso acabam utilizado tudo que os amigos recomendam, substituem as principais refeições (café almoço e jantar) por shakes,  e transformam a alimentação em algo monótomo comendo sempre as mesmas coisas e com o tempo acabam enjoando e desistem. Voltando ao efeito sanfona.

Na verdade precisamos comer de tudo um pouco, o segredo é comer o mais variado possível, o prato quanto mais colorido melhor…

Por isso é muito importante o acompanhamento profissional adequado, com exames periódicos e um plano alimentar exclusivo, pois cada um apresenta necessidades diferentes, de acordo com sua estrutura corporal.

Fazendo isso por conta própria com a ajuda de pessoas sem nenhuma qualificação você estará trazendo risco a sua saúde ao invés de benefícios. Nem sempre o que é bom para o outro funcionará pra você.

10388122_631475173601868_3141142096938819414_n

Dietas da moda são como a moda, vem e passam, a reeducação alimentar vem, fica e ainda traz bem estar físico e mental, não fique magro(a) para o verão, fique saudável pra você mesmo (a).

Procure um nutricionista.

Fotor0618195551

10 passos para uma alimentação saudável: Passo 10

BeFunky_MODELOPOST.jpg10

Torne sua vida mais saudável. Pratique pelo menos 30 minutos de atividade física todos os dias e evite as bebidas alcoólicas e o fumo. Mantenha o peso dentro de limites saudáveis.

Além da alimentação saudável, a atividade física regular é importante para manter um peso saudável.Movimente-se! Descubra um tipo de atividade física agradável, o prazer é também fundamental para a saúde.
Caminhe, dance, ande de bicicleta, jogue bola, brinque com crianças. Aproveite o espaço doméstico e espaços públicos próximos a sua casa para movimentar-se. Convide os vizinhos,
amigos e familiares para acompanhá-lo.
Incentive as crianças a realizarem brincadeiras mais ativas como aquelas que você fazia na sua infância e ao ar livre: pular corda, correr, pular amarelinha, esconde-esconde, pega-pega, andar de bicicleta e outras.
Evitar o fumo e o consumo freqüente de bebida alcoólica também ajuda a diminuir o risco de doenças graves, como câncer e cirrose, e pode contribuir para melhorar a qualidade de vida.

Fonte: Guia Alimentar – Como ter uma alimentação saudável

Fotor0618195551